Velocidades de João Doria (PSDB) nas marginais mata a sexta pessoa em SP

Uma mulher inconsolável chorava e ocupava uma faixa da Marginal Tietê, na Zona Norte de São Paulo, após um acidente deixar um motociclista morto na manhã desta quinta-feira (30). O rapaz trabalhava como motoboy e tinha 21 anos, segundo informações do SPTV.

Segundo a Polícia Militar (PM), esta foi a sexta morte de motociclista nas vias marginais desde o aumento da velocidade máxima permitida nas vias, há dois meses. Já a CET diz que com essa são quatro mortes de motociclistas nas marginais este ano.




A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recebeu o chamado para atender a ocorrência na Marginal, no trecho da Avenida Assis Chateaubriand, na altura da Ponte Governador Orestes Quércia às 10h30.

Um caminhão e uma moto bateram na pista central, no sentido Rodovia Castello Branco. O motociclista não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Segundo os Bombeiros, além do óbito foi registrado uma outra vítima que ficou ferida e foi encaminhada ao pronto-socorro de Santana.

Às 13h30 uma faixa seguia interditada no local para a realização da perícia. Os veículos permaneciam na via, e agentes de trânsito e da PM acompanhavam os trabalhos. O Globocop flagrou uma mulher, que é familiar do motociclista, chorando na pista, na faixa interditada, amparada por outra mulher.

O trânsito estava travado na via, no sentido Castello, no horário. Os motoristas enfrentavam 11,5 km de congestionamento na pista expressa, 9,5 km de filas na pista local e 6 km de lentidão na pista central, onde ocorreu o acidente às 13h45.

Leia mais no G1.