Teori Zavascki mantém foro privilagiado da presidenta eleita Dilma Rousseff

O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki negou pedido de Rodrigo Janot para que o inquérito contra a presidenta eleita fosse desmembrado, o que faria com que  a peça fosse para o juiz Sérgio Moro.




Com a decisão, Dilma Rousseff mantêm o foro privilegiado.

O inquérito foi aberto para apurar possíveis obstruções nas investigações da Operação Lava Jato.

O inquérito-mãe da Lava Jato também inclui o ex-presidente Lula, ex-ministros, Eduardo Cunha e deputados aliados do ex-presidente da Câmara. 

A investigação não apura tentativa de obstrução por parte de tucanos – é claro.


Leia mais