MPE-MG devolve delação de Marcos Valério sobre Aécio Neves e Eduardo Azeredo para Rodrigo Janot

Segundo o o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG), o ministério público do estado de Minas Gerais devolveu o conteúdo da delação premiada de Marcos Valério que implica no “Mensalão Tucano” nas gestões de Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Azeredo (PSDB) no governo de Minas Gerais.

“A delação voltou para Brasília, está nas mãos do Janot, e de lá – penso eu – só sairá para as mãos do Gilmar Mendes”, disse Rogério reclamando da blindagem de Aécio.

Ainda segundo do deputado mineiro, existem provas suficientes para se abrir uma investigação.

“Espero, Dr. Janot, que o senhor coloque isso pra frente, porque o caso dele aqui de Minas voou de volta pra Brasília”, lamentou.

O advogado de Marcos Valério, Jean Kobayashi, confirmou, em junho, que o cliente foi ouvido por 30 minutos no ministério público estadual de Minas Gerais.

O MPE ainda não justificou o motivo da devolução do processo.


Leia mais