UnB paralisa atividades em protesto contra Michel Temer

Servidores da Universidade de Brasília (UnB) paralisaram as atividades nesta quarta-feira (2) e promoveram atos no prédio da reitoria. O protesto integra um movimento nacional para pressionar deputados a votar pela continuidade da denúncia contra o presidente Michel Temer e contra os cortes de verbas para a manutenção das universidades. Na UnB, o protesto também visa barrar a demissão de funcionários terceirizados.




A Biblioteca Central da UnB, no Campus Darcy Ribeiro, na Asa Norte, e vários prédios permaneceram fechados na manhã desta quarta. Terceirizados e servidores fizeram uma reunião na reitoria que reuniu cerca de 200 pessoas.

A paralisação em universidades de todo país ocorre no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados começa a apreciar o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para que o legislativo permita ao Supremo Tribunal Federal deliberar se processa o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva.

Foto: Bianca Marinho

Leia mais no G1.