Um dos agressores de Letícia Sabatella é filho de Nicolau Elias Abagge, um dos investigados na CPI do Banestado

Gustavo Abagge, o sujeito deplorável que xingou Letícia Sabatella, é filho de Nicolau Elias Abagge, Presidente do Banestado, na época do desfalque de bilhões de dólares.

No relatório final da CPI do Banestado, a pena sugerida ao pai do “cidadão di bem” foi de 10 anos.
Só lembrando: o juiz que arquivou o caso e deixou todo mundo soltinho, era o “popstar” amado dos fascistas, Sergio Moro.

Agora, só não enxerga a ligação entre a corrupção e a “justiçazinha”, quem não quer. Só não enxerga que a maior lavanderia de dinheiro da corrupção deste país, fica num tribunal federal de Curitiba, quem não quer.

(Malu Aires)


Leia mais