Temer tentou impedir nomeação de Zveiter, mas o presidente da CCJ colocou o Planalto em ‘saia justa’

Michel Temer tentou impedir a nomeação de Sergio Zveiter (PMDB-RJ) para a relatoria da denúncia na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. O Planalto recorreu ao vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (PMDB), para convencer o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), a desistir da nomeação.




Segundo informações do jornalista Gerson Camarotti, Andrade se reuniu com Pacheco na tentativa de barrar a nomeação de Zveiter – amigo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Incomodado com a ofensiva do Planalto, Rodrigo Pacheco ameaçou nomear o deputado Marcos Rogério (DEM-RO) para a relatoria. O parlamentar foi relator do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Após a ameaça, o governo ficou em “saia justa” e desistiu da ofensiva.