Temer prepara aumento de impostos em compras internacionais

O governo prepara medidas para restringir as compras em sites internacionais, como o chinês Alibaba e o americano Amazon. Hoje, encomendas de até US$ 50 entram no país sem imposto. A ideia é enterrar a regra, taxando todo tipo de remessa, ou adotar um valor apenas simbólico para a isenção. A iniciativa foi debatida por Henrique Meirelles (Fazenda) e Marcos Pereira (Indústria) nesta quinta (28) e é bem vista pela equipe econômica, que promete definir em breve as mudanças.

A proposta atende as empresas brasileiras de comércio eletrônico, que reclamam da facilidade com que sites estrangeiros enviam seus produtos.

As duas pastas falaram ainda sobre o Reintegra, o programa de benefícios fiscais a exportadores. A previsão é que a taxa suba para 2% em 2017 e chegue a 3% em 2018.

(Natuza Nery – Painel)