Temer fará uma breve passagem no Parque Olímpico para tentar diminuir a imagem de covarde

O presidente interino, Michel Temer, abusou da covardia ao pedir que seu nome não fosse anunciado na abertura da Olimpíada. Tal fato não evitou as inúmeras críticas – até de chefes de Estado -, tampouco evitou que o público presente o vaiasse no momento da fala. 

Segundo reportagem de Gustavo Uribe na Folha de São Paulo, Temer foi convencido por aliados a dar uma passadinha no Parque Olímpico no Rio de Janeiro. A ideia é que a rápida visita diminua as críticas com relação à ausência do interino na cerimônia de encerramento.

Será uma encenação com o intuito de convencer membros do Comitê Olímpico e até mesmo a população de que Temer se importa com o evento.

O jornalista ainda informa que Temer não recebeu o primeiro-ministro do Japão e que isso causou desconforto na delegação japonesa. Temer sugeriu que o Shinzo Abe fizesse uma escala em Brasília antes de desembarcar no Rio de Janeiro.

DRAMATIZANDO

“Tem como você você descer em Brasília antes pra gente se ver, véi?”

 

 


Leia mais