Temer e Mendonça acabam com o programa Mais Educação: “É uma política problemática”

Apontado como uma das políticas públicas mais importantes para o combate ao trabalho infantil na zona rural, o programa Mais Educação, criado em 2008, não existe mais. De acordo com Ministério da Educação (MEC), o programa, que destinava recursos para a realização de atividades de educação integral e que permitem manter as crianças mais tempo na escola, teve sua última chamada em 2014, durante a gestão de Aloizio Mercadante. “Não havia orçamento previsto para ele em 2016”, informou o MEC, em nota.




De acordo com o ministério, o Mais Educação foi uma das políticas avaliadas e consideradas problemáticas pela Pasta, por não possuir nenhuma avaliação de resultados e ter “distorções graves entre o número de alunos declarados na inscrição do programa e os dados do Censo Escolar”. Diante desse cenário, o governo não abrirá novas inscrições em 2016.

Leia mais no Valor.


Leia mais