Temer é denunciado à PGR por fraudar agenda presidencial após delação de Joesley

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) apresentou nesta segunda-feira (5) denúncia à Procuradoria-Geral da República (PGR) para que o presidente Michel Temer (PMDB) seja investigado pelo crime de obstrução de Justiça por suposta manipulação de sua agenda oficial.



O petista se baseou no resultado de perícias digitais no website da Presidência da República com a constatação de alterações no conteúdo da agenda do presidente em dias aleatórios dos últimos quatro anos, publicado na revista Época.

“É escandaloso que o presidente que está sendo investigado pela PGR por crimes de corrupção, organização criminosa e obstrução de justiça esteja usando o cargo para apagar provas contra si”, declarou Solla, em nota.

Via Bahia.ba