Temer que aprovar PEC 241 para não ter que recriar a CPMF

O presidente Michel Temer mostrou confiança nesta segunda-feira (10) na aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos e disse não ter plano B, mas indicou que haverá aumento de impostos se a medida fracassar no Congresso. A Câmara dos Deputados deve analisar o tema hoje.

Em entrevista à rádio “Estadão”, Temer disse que o governo está fazendo de tudo para não falar na recriação da CPMF (imposto sobre transação financeira) e conta com a aprovação da PEC para evitar qualquer aumento de impostos.




“Estamos fazendo tudo para não falar na recriação da CPMF (…) Queremos, por meio do teto de gastos, evitar qualquer aumento de impostos”, afirmou Temer.

Na entrevista, Temer lembrou que há seis, sete meses se falava muito sobre uma possível volta da CPMF, mas que hoje o assunto não está na pauta de sua gestão. “Não falamos mais disso, vamos tentar, por meio da PEC, contornar a situação, para não agravar mais os tributos no país”.

Mas ao ser questionado sobre se aumentar impostos é uma alternativa caso a PEC não seja aprovada, Temer declarou que sem corte de gastos só é possível equilibrar as contas públicas com aumento de impostos ou inflação, que são métodos onerosos para a população.

“Bom, você sabe que primeiro ou você aumenta o imposto ou você tem inflação”, disse. “Nós estamos fazendo tudo, você percebe, para não falar em … recriar a CPMF”, disse.

Leia mais no UOL.


Leia mais