STF rejeita pedido de Aécio para que um dos inquéritos seja transferido para Gilmar Mendes

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, negou pedido da defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) para transferir para o ministro Gilmar Mendes a relatoria de um dos inquéritos que investigam o tucano na Corte.




No pedido ao Supremo, a defesa de Aécio argumentou que o caso, revelado por delatores da Odebrecht e que trata de supostas irregularidades em obras de usinas hidrelétricas no Rio Madeira, em Rondônia, está relacionado com fatos investigados em outro inquérito já sob relatoria de Gilmar Mendes – que investiga irregularidades em Furnas.

O senador tucano é alvo de cinco inquéritos abertos após as delações da Odebrecht. Destes, três já foram redistribuídos pelo relator da Lava Jato, Edson Fachin, a outros ministros – além de Gilmar Mendes, há um inquérito com Ricardo Lewandowski e outro com Alexandre de Moraes –, por não terem relação direta com os fatos investigados na operação.

Ao negar o pedido de Aécio, a presidente do Supremo entendeu que os fatos apurados no inquérito não têm conexão com a outra investigação.

Com isso, o novo relator do caso será definido por sorteio.

Via G1