STF decide manter irmã de Aécio Neves (PSDB-MG) na prisão

Por 3 votos a 2, primeira turma do Supremo Tribunal Federal decidiu mantes Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).




O relator, ministro Marco Aurélio Mello, votou pela libertação; Alexandre de Moraes, o acompanhou. Votaram pela manutenção da prisão os ministros Luiz Roberto Barroso, Luiz Fux e a ministra Rosa Weber.

Andrea Neves foi presa no dia 18 de maio em Belo Horizonte acusada de pedir dinheiro para Joesley Batista em nome do irmão, que recebeu R$ 2 milhões do empresário em entrega filmada e registrada. O dinheiro foi dado a um primo de Aécio.