Serra acaba com o departamento de combate à fome

Alerta Social – Mais uma do xexeler José Serra! Na sanha de acabar com qualquer vestígio do governo democraticamente eleito, os golpistas extinguiram a área dedicada ao combate à fome dentro do Itamaraty, que é internacionalmente reconhecida pelo seu trabalho humanitário junto às populações vulneráveis e já serviu de modelo para outros países em desenvolvimento.




Desde o governo Lula, quando o enfrentamento à fome ganhou centralidade na agenda nacional, o MRE atuou de forma estruturada e consistente na cooperação internacional com os países que buscavam tecnologias sociais para a solução da fome. Não é a toa que o Brasil saiu do Mapa da Fome das Nações Unidas e tem à frente da FAO, o brasileiro josé Graziano da Silva.

Para a assessora política do INESC e representante da sociedade civil no Consea – Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Nathalie Beghin, “A extinção da CGfome e a pulverização de suas atribuições em diferentes departamentos do Itamaraty somente confirmam o descaso desse governo com a cooperação humanitária, área na qual o Brasil vinha se destacando no cenário internacional. Quem perde com isso são aqueles e aquelas que vinham crescentemente se beneficiando da solidariedade brasileira, do Haiti à Síria”.

Além de um erro programático, a medida também representa o tom de perseguição política que é o modus operandi do governo golpista. A CGFome do Ministério das Relações Exteriores ganhou foco quando pediu que cada posto dedicasse um diplomata para dialogar com as organizações da sociedade civil locais porque havia risco de um golpe político no Brasil.

De acordo com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome do governo Dilma, Tereza Campello, a CGFome representava uma década de sonho para acabar com a fome nos países mais pobres do mundo. “Para isso criamos a CGFome e toda uma política generosa de cooperação internacional. O Golpe acabou com a CGFome. Essa é uma medida política do tamanho desse governo: pequena, mesquinha. O golpe em nosso país é contra os pobres de todo o mundo”, declarou.


Leia mais