Senador Randolfe Rodrigues aciona a justiça federal do Amapá para suspender posse de ‘Angorá’

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) ajuizou na tarde desta sexta-feira (3), na Justiça Federal do Amapá, uma ação popular pedindo a suspensão da posse de Moreira Franco como ministro da Secretaria-Geral da Presidência, pasta recém-criada pelo governo Michel Temer. Antes, Moreira Franco ocupava o cargo de secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Randolfe argumentou que a nomeação de Moreira Franco “é um artifício ilícito e uma ofensa ao princípio da moralidade e obstrução à Justiça, porque Moreira Franco é investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público”.




A ação também vai adicionar uma representação ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por crime definido na Lei de Organizações Criminosas.

Com a nomeação, Moreira Franco ganha status de ministro e passa a ter foro privilegiado, podendo ser investigado apenas com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Leia mais no G1.