Secretária do MinC que participou do ‘Fora, Temer’ pede demissão após 9 dias no cargo; fez bem

A ex-vereadora Luiza Ribeiro (PPS) pediu demissão do cargo de secretária do Ministério da Cultura nesta quinta-feira (5), nove dias após a nomeação. Ela afirmou ao G1 não ter sofrido pressão para deixar o cargo e que a decisão não tem ligação com o posicionamento político dela, que participou de manifestações “Fora Temer”.

Ela entregou o pedido de demissão do cargo de Secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, uma das seis secretarias do Ministério da Cultura, ao ministro Roberto Freire.





“A minha decisão não tem relação de natureza política. Eu decidi não ficar porque não consegui conciliar o trabalho em Brasília com outras funções e compromissos profissionais que tenho em Campo Grande”, disse. Luiza Ribeiro é advogada.

Luiza disse que apresentou a documentação para posse, mas que não chegou a exercer a atividade de secretária do Ministério. “Minha documentação foi aceita, mas não assinei nenhum ato. Eu estava tomando pé da situação, pensei em conciliar com os meus compromissos, mas vi que não daria conta. Saí para não ficar ‘empatando’ a atividade”.

Luiza Ribeiro receberia o salário de R$ 15.479,92. Ela concorreu, mas não foi reeleita vereadora de Campo Grande nas eleições deste ano. Ela é filiada há quase 30 anos ao PPS, partido do ministro da Cultura, Roberto Freire.

Via G1