Rodrigo Maia garantirá foro privilegiado a Eliseu Padilha após tomar posse

O ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral) deve ser mantido no governo caso Rodrigo Maia (DEM-RJ) assuma a Presidência, substituindo Michel Temer. O alardeado parentesco entre os dois, que impediria legalmente a permanência, não existe.




Moreira Franco não é sogro de Maia. Ele é, na verdade, casado com Clara Vasconcelos, mãe de Patrícia Maia, mulher do presidente da Câmara. Ou seja, é apenas o marido da sogra.

Moreira, portanto, deve ficar — mas em outra pasta.

Já Eliseu Padilha sai da Casa Civil na mesma hora caso Maia vire presidente. Quando muito, ganha um ministério menos importante, apenas para manter o foro privilegiado.

As apostas na Câmara são as de que até mesmo Henrique Meirelles corre risco de sair do Ministério da Fazenda. De acordo com interlocutor frequente de Maia, ele não teria “nenhuma admiração” pelo atual comandante da economia, a quem consideraria pouco criativo e até mesmo ultrapassado.

No entorno do próprio Meirelles se diz que o ministro até concordaria em ficar —mas sob determinadas condições, como a de não ver rifada a reforma da Previdência.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo