Rodrigo Maia conspira contra Michel Temer e já prepara detalhes de uma eventual posse

Os bastidores da Câmara dos Deputados ficaram agitados após a denúncia oferecida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Uma fonte informou ao Debate Progressista que há uma frente liderada pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para conseguir os votos necessários que autorizam o Supremo Tribunal Federal abrir processo contra Michel Temer.




Ainda segundo a fonte, Maia passou a contar com o apoio do PSDB, DEM, PPS, PV e do “centrão”, além de uma boa parte do PMDB. O presidente da Câmara está tão seguro que o STF terá a autorização para processar Temer, que já está acertando detalhes de sua posse.

Caso Temer seja afastado, Rodrigo Maia assume a presidência interinamente por até 6 meses. Se o pmdebista foi condenado pelo STF, uma eleição indireta será convocada em até 30 dias.

Maia é o candidato favorito do Congresso e do Mercado numa eventual eleição indireta, segundo levantamento do jornal O Estado de São Paulo.