Rodrigo Janot obrigará a Câmara a fazer 3 votações para decidir afastamento de Temer

Segundo informações do Valor Econômico, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentará três denúncias contra Michel Temer. A primeira denúncia deverá ser apresentada no dia 26.




A ação de Rodrigo Janot obrigará, teoricamente, a Câmara dos Deputados realizar três votações, uma para cada denúncia, a fim de decidir se autoriza o STF abrir investigações contra Temer.

Em cada votação, serão necessários 362 votos para a Câmara autorizar a abertura de processo pelo STF. Temer seria afastado por 180 dias se ao menos uma denúncia for autorizada.

Ainda segundo o Valor, existe um movimento dos aliados para esvaziar as sessões para que se arquive as três denúncias sem que os deputados apareçam na TV. Porém existe um movimento do PSDB para se conseguir os votos necessários para afastar Temer. Os tucanos devem anunciar a saída do governo nos próximos dias.

A situação do chefe do executivo (sic) não é fácil. Por mais que os aliados tentam esvaziar o plenário, eles sentirão um peso ainda maior devido às três sessões que serão realizadas na Câmara.