PT e PMDB fecham questão a favor de Pimentel; deputado se irrita por manifestantes não poderem entrar com ripas em sessão da ALMG

O plenário da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais recebeu, na tarde de hoje (16) o relatório sobre o processo contra do governador Fernando Pimentel. PT e o PMDB fecharam acordo sobre a questão do Ofício 01/16 do STJ e os seus deputados estão alinhados com a votação a favor do parecer já aprovado na Comissão de Constituição e Justiça, que pede a suspensão de abertura de processo contra Fernando Pimentel, enquanto o governador estiver no exercício de seu mandato.

O líder do Bloco Minas Melhor, deputado Rogério Correia (PT), reafirma que os parlamentares não defendem a impunidade, mas que a investigação, por parte do STJ, ocorra após o período do mandato do Executivo, já que as denúncias se referem a supostas transgressões que teriam acontecido antes da eleição do governador.




Segundo informações de cidadãos que acompanhavam a reunião, houve muito bate boca entre os deputados durante a sessão, com destaque para o Sargento Rodrigues (PDT), que faz oposição a Fernando Pimentel. Ele criticou a proibição da entrada de manifestantes ‘convocados’ por ele. A polícia do Legislativo proibiu a entrada de qualquer pessoa que portasse objetos. O deputado ficou nervoso e esbravejou que os manifestantes deveriam poder, sim, entrar com ripas na Assembleia.




Em nota, Rogério Correia – líder do Bloco Minas Melhor – lamentou o ocorrido:

O líder do Bloco Minas Melhor, deputado Rogério Correia (PT), manifesta total repúdio aos atos de agressividade cometidos na tarde de quarta-feira (16/11), contra o deputado Paulo Guedes (PT), no momento em que este se dirigia para o seu gabinete no Edifício Tiradentes.

Os atos de violência demonstram a intolerância por parte de um grupo de manifestantes que, instigados por parlamentares da oposição, tentam criar um clima de guerra no Parlamento Mineiro.

A incitação à violência é tão explícita que, em plenário, houve defesa de entrada nas galerias com pedaço de pau e ripas. Fora houve incitação à ocupação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Rogério Correia reitera total solidariedade ao colega Paulo Guedes e em qualquer circunstância condena o uso da violência por parte de manifestantes contra os deputados do Legislativo Mineiro que defendem a ética e a democracia.


Leia mais