Professor da UNESP comemora cegueira de manifestante pró-democracia

Revista Fórum – Ontem, às 18h54, o professor Jairo José da Silva, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) publicou em seu perfil no Facebook um comentário sobre o caso envolvendo a estudante Deborah Fabri, de 19 anos.

A jovem perdeu a visão do olho esquerdo após ser atingida por estilhaço de bomba lançada pela polícia militar durante a repressão a manifestantes contrários ao impeachment de Dilma Rousseff.

No texto, Silva diz: “pode ficar cega, se for petista é uma boa notícia”. A estudante participava do ato contra Michel Temer na última quarta-feira (30). A polícia militar reprimiu com violência manifestantes, utilizando tropa de choque, caveirão e cavalaria.

Veja a publicação:

PP_APT_Lula-em-reuniao-com-executiva-nacional-do-PT_30092015003


Leia mais