Pressão intracraniana de Marisa Letícia aumentou muito com a tentativa de retirar a sedação





Segundo novas informações recebidas pelo Debate Progressista, o que causou o agravamento do quadro de Marisa Letícia foi a redução da sedação – procedimento informado pela equipe no boletim médico, na tarde de hoje (01). A pressão intracraniana aumentou muito após o procedimento.

A ex-primeira dama voltou ao coma induzido e será melhor avaliada durante a noite.