Presidenta eleita Dilma Rousseff afirma que a História está sendo implacável com golpistas

Para a presidenta eleita Dilma Rousseff (PT), a História está sendo severa e implacável com os líderes do golpe: Aécio Neves (PSDB-MG), Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o presidente golpista Michel Temer (PMDB). A presidenta falou durante a posse da presidenta do PT Gleisi Hoffmann e de todo o diretório nacional do partido.




Dilma afirmou que, se antes havia especulações sobre o caráter golpista do impeachment, agora fica ainda mais claro que foi golpe. “É um fato que houve golpe no Brasil e é fato que esse golpe e esse arranjo caminha a passos largos para a ruína”, disse ela. Dilma afirmou que é preciso ter cuidado porque o Brasil tem uma tradição de acentuar golpes, como ocorreu no AI-5, em 1968. “Temos que cuidar para que a ruina do golpe não se transforme na radicalização do golpe”, afirmou.

Em seu discurso, Dilma cumprimentou a nova presidenta do PT Gleisi Hoffmann. “Gleisi Hoffmann mostrou, como tantas outras mulheres, que as mulheres têm espaço e capacidade de liderar e dirigir e contribuir com todos os nosso companheiros a construção de um brasil melhor”, afirmou ela.

A presidenta eleita ressaltou que Gleisi representa o legado do PT, pela sua imensa capacidade de trabalho, pelo seu compromisso com o programa do partido, com o direito dos trabalhadores, com a distribuição de renda e riqueza, mas também com a igualdade de oportunidades a todos.




“Temos também lideranças que são o grande legado que o nosso partido deixa ao presente e ao futuro e nesse legado está Gleisi Hoffmann pela sua imensa capacidade de trabalho, pelo fato do seu compromisso, com todo o nosso programa, com o direito dos trabalhadores, com a questão fundamental, com a distribuição de renda e riqueza mas também com a igualdade de oportunidades. Gleisi Hoffmann mostrou como tantas outras mulheres, que as mulheres tem espaço e capacidade de liderar e dirigir e contribuir com todos os nosso companheiros a construção de um brasil melhor”.

Na avaliação de Dilma o PT se reconstrói e se fortalece com a democracia brasileira. “Nós que damos grande importância à democracia temos que ver que o PT se fortalece e se reconstrói e é capaz de entender que mudar é necessário, desde que não se mude de lado, e nós não mudamos de lado. Cumprimento toda a Executiva, todo o Diretório. Desejo um longo caminho de lutas”.

Ainda segundo a presidenta, Gleisi e o ex-presidente Lula representam a capacidade que o PT tem de sobreviver. Porque a maior liderança política do nosso país esta sendo combatida, e essa é a péssima notícia, mas a boa é que nós resistimos porque ele resiste. O mesmo ocorre com nosso partido. Quantas vezes nos enterraram? Nos deram um atestado que tínhamos morrido. Hoje por qualquer partido que se olhe o PT é o partido que cada vez mais vai conquistando o espaço que sempre temos”.

Via Agência PT de Notícias