Prazo de validade: Temer confunde Paraguai com Portugal

Michel Temer voltou a cometer uma gafe nesta segunda-feira (21) ao se confundir e chamar o Paraguai de Portugal durante discurso em um evento no Itamaraty com a presença do presidente paraguaio, Horácio Cartes.




Em viagem oficial ao Brasil, Cartes foi recebido por Temer em um almoço na sede do Ministério das Relações Exteriores.

Durante o tradicional brinde, o presidente brasileiro falava sobre a exigência legal de que as políticas públicas do país sejam pensadas no sentido de promover a integração latino-americana quando trocou o nome do país.

“Sabe que na nossa Constituição existe um dispositivo especial que determina que toda e qualquer política pública do país se volte para a integração latinoamericana de nações. Quando fazemos isso, fazemos pelo apreço que temos na relação Brasil-Portugal, mas também fazemos por fruto de uma determinação constitucional. As pessoas aqui muitas vezes não dão atenção à institucionalidade”, disse.




presidente Michel Temer voltou a cometer uma gafe nesta segunda-feira (21) ao se confundir e chamar o Paraguai de Portugal durante discurso em um evento no Itamaraty com a presença do presidente paraguaio, Horácio Cartes.

Em viagem oficial ao Brasil, Cartes foi recebido por Temer em um almoço na sede do Ministério das Relações Exteriores.

Durante o tradicional brinde, o presidente brasileiro falava sobre a exigência legal de que as políticas públicas do país sejam pensadas no sentido de promover a integração latino-americana quando trocou o nome do país.

“Sabe que na nossa Constituição existe um dispositivo especial que determina que toda e qualquer política pública do país se volte para a integração latinoamericana de nações. Quando fazemos isso, fazemos pelo apreço que temos na relação Brasil-Portugal, mas também fazemos por fruto de uma determinação constitucional. As pessoas aqui muitas vezes não dão atenção à institucionalidade”, disse.

Gafes

Em junho, durante um discurso no Palácio do Planalto, Temer chamou empresários russos de “soviéticos”.




Na semana anterior, durante viagem à Rússia e à Noruega, o presidente já havia cometido uma gafe ao chamar o rei noruegês Harald V de rei da Suécia, país vizinho à Noruega.

Em junho, durante um discurso no Palácio do Planalto, Temer chamou empresários russos de “soviéticos”.

Na semana anterior, durante viagem à Rússia e à Noruega, o presidente já havia cometido uma gafe ao chamar o rei noruegês Harald V de rei da Suécia, país vizinho à Noruega.

Via G1