Início Destaques Por unanimidade, STJ arquiva investigação contra Fernando Pimentel por falta de provas

Por unanimidade, STJ arquiva investigação contra Fernando Pimentel por falta de provas

Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu arquivar, por unanimidade nesta quarta-feira (21), uma sindicância contra o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT). O caso está em segredo de Justiça.

Pimentel era suspeito de receber pagamento na campanha de Patrus Ananias (PT) para a Prefeitura de Belo Horizonte, em 2012.




A informação do arquivamento também foi confirmada pelo advogado de Pimentel, Eugênio Pacelli. Segundo ele, o pedido foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por falta de provas.

A investigação teve início depois da delação premiada da marqueteira Mônica Moura, mulher do marqueteiro do PT João Santana. Ela disse à PGR que Pimentel havia intermediado o pagamento de valores não declarados à campanha de Patrus.

Ainda de acordo com Mônica, o governador teria entregado R$ 800 mil ao casal de marqueteiros pelo trabalho de publicidade nessa campanha.

Na época, Pimentel era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do governo Dilma Rousseff (PT).

O relator da sindicância era o vice-presidente do STJ, ministro Humberto Martins.

G1


Leia também

MP-SP abre inquérito contra Alckmin por improbidade administrativa

Ministério Público de São Paulo abriu nesta sexta-feira (20) um inquérito civil para inves…