Polícia Federal encontra arma e munição irregular na fazenda da família de Aécio Neves

Relatório sobre a Operação Patmos feito pela Polícia Federal aponta indício do crime de posse irregular de arma de fogo, após a apreensão de uma carabina calibre .38 e de munição na fazenda da família de Neves, na zona rural de Cláudio-MG, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão em endereços ligados ao senador afastado Aécio Neves no dia 18. O delegado que registrou a apreensão sugere a instauração de inquérito para apurar o possível delito.




Segundo a PF, não foi encontrado documento que comprovasse a regularidade da posse da arma e da munição encontrada. A previsão de pena para posse irregular de arma de fogo de uso permitido é de detenção, de 1 a 3 anos, e multa.

“Após consulta aos sistemas informatizados verificou-se que existe uma arma de fogo com a mesma numeração, registrada em nome de Valdir Ovidio de Paula, residente no Estado de Goiás. Não obstante, o registro da citada arma de fogo estaria há muito tempo vencido”, diz o relato, assinado por delegado da PF Daniel Fabio Fantini. Segundo ele, “a carabina não foi regularizada nos moldes preconizados pelo Estatuto do Desarmamento, com a emissão de certificado de registro por essa Polícia Federal”.

Breno Pires – Estado de São Paulo