Pediu ‘Fora, Dilma’ e ganhou o fim da franquia ilimitada de banda larga; medida que Dilma barrou em 2016 virá no 2º semestre

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse que o fim dos planos automáticos com franquia ilimitada de acesso a dados em banda larga fixa virá no 2º semestre de 2017.

Ou seja, antes do ano novo, os usuários precisarão pagar um valor extra caso queiram navegar além de um; determinado limite.

Haverá um modelo flexível, diferente do que existe hoje. No momento, os assinantes que contratam o serviço em casa têm acesso ilimitado para download e upload de dados, independentemente de quanto usam.




No sistema proposto, haverá opções e cada assinante contratará uma franquia de dados do tamanho que desejar.

A formatação do modelo será da Anatel. “E o governo participa dessas discussões”, disse. 

O ministro não sugeriu números sobre limites de franquia nem como serão os planos que serão oferecidos pelas operadoras. Disse apenas que a prioridade será melhorar o serviço. Buscar 1 ponto de equilíbrio entre o limite das empresas e o desejo do consumidor.

Leia mais no Poder 360.