Para Zveiter, é “imperiosa” a autorização da Câmara para que o STF analise a denúncia contra Temer

O deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), relator da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, disse que a acusação feita pela Procuradoria-Geral da República não é inepta e votou por sua admissão.




“Recomendo aos colegas da CCJ e ao plenário da Câmara o deferimento da autorização com a tranquilidade que este caminho não representa qualquer risco ao Estado democrático de direito”, disse Zveiter ao concluir a leitura de seu parecer sobre o caso em que Temer é acusado de corrupção passiva no âmbito da delação premiada de executivos da J&F, holding que controla a JBS.

“No mínimo, existem fortes indícios de práticas delituosas”, argumentou o deputado.

Zveiter disse que a aceitação da denúncia não implica em juízo de condenação, mas na existência de indícios de que crimes foram cometidas. Para ele, portanto, é “imperiosa” a autorização da Câmara para que o Supremo Tribunal Federal analise a denúncia contra Temer.

 Ricardo Brito – Reuters