Início Destaques Para o Planalto, relatório na CCJ será pela admissibilidade da denúncia

Para o Planalto, relatório na CCJ será pela admissibilidade da denúncia

Michel Temer já não pode conta mais nem o próprio partido. Visto como independentes, o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) e o relator da denúncia, Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) não foram convencidos a trabalharem pela rejeição. O Planalto tem convicção de que o relatório será favorável aos prosseguimento da denúncia de corrupção passiva.




Zveiter já concluiu o relatório que será apresentado na CCJ dia (10).

A delação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que aponta contra Temer e seus ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria-Geral, só faz piorar a situação do governo.

Além disso, boa parte dos parlamentares do PMDB já estão em sintonia com Rodrigo Maia. A autorização ao STF por parte da Câmara contará com muitos votos de deputados do partido de Temer.

Com informações do Jornal Nacional.


Leia também

Os 30 primeiros dias de Bolsonaro no Governo – Carta a um amigo Londrino

E aí Fernando Assunção, como estão as coisas por aí na Inglaterra? Por que aqui no Brasil …