Para o diretor Cláudio Botelho, ‘falta surra’ para os transexuais

Diretor dos principais musicais brasileiros, Claudio Botelho se envolveu em mais uma polêmica. Ele, que também é ator e produtor, fez comentários preconceituosos sobre pessoas transexuais em seu Facebook, no post de um colega sobre a escalação de Laverne Cox para The Rocky Horror Picture ShowBotelho criticou a escalação da atriz transexual para o papel de Dr. Frank-N-Furter em um canal de TV norte-americano – Laverne é conhecida por sua atuação em Orange is the new black




“Gente, esse tipo de coisa tá se propagando porque os pais não batem mais nos filhos. Falta surra! Só que se um pai vai e bate numa LaverME dessas, vem uma entidade de direitos de bichas e diz que ela é uma alma de mulher presa num corpo de homem? Heinnnnnn? E eu que sou uma alma de loiro e olho azul perdido num corpo de mineiro do interior há cinquenta anos e ninguém me defendeu nunca? Eu não tenho direitos humanos? Como eu disse: se o pai bate, elas pelo menos sabem que é errado e vão dar pro amiguinho da escola pra se vingar, não ficam inventando que são trans, se dedicam logo a arrumar homem e param de querer holofote. Holofote é pra Judy, Barbra e pra Rogéria, o resto é bicha drogada de festa rave”, comentou.

De acordo com o Jornal do Brasil, após ser criticado pelo que escreveu, Botelho apagou os comentários.

Ainda de acordo com a publicação, quando o seu parceiro de trabalho Charles Möeller disse que a exibição da Fox era “Rocky PAVOR GLEE Show”, Botelho respondeu: 

“Na Disney tem essas trans também? Eles vão refilmar Branca de Neve? Eu queria sugerir um garoto aqui do meu prédio que é bicha, mas a mãe acha que pega mal, então estão inventando que ele é TRANS, porque diz que é a mesma coisa que bicha, mas é chique. Ele é bem bonito, mas a única música que ele ouve, com 15 anos, é um disco de uma tal de Selena [Gomez]. Tá?”.

O diretor e sua assessoria de imprensa não atenderam às tentativas de contato de ZH até as 16h desta segunda-feira.

Ainda segundo o  Jornal do Brasil, Botelho teria feito um desabafo em sua página, com uma longa postagem, dizendo-se vítima de perseguição e criticando a “Inquisição Facebookiana estabelecida”.

A dupla Möeller e Botelho está produzindo a montagem brasileira de Rocky Horror Show.

Leia mais no Diário Catarinense.


Leia mais