Oração do pobre pato para o domingo pós-terceirização

Em nome do meu ódio ao PT, eu entrego meus direitos trabalhistas;

Em nome do meu ódio ao PT, eu aceito trabalhar até morrer;

Em nome do meu ódio ao PT, eu me calo diante da precarização da educação e da saúde;




Em nome do meu ódio ao PT, eu me cego frente à corrupção que se blindou;

Em nome do meu ódio ao PT, eu vou apoiar empresários na comemoração deles por terem o país de volta;

Em nome do meu ódio ao PT, eu viverei um presente de humilhações, um futuro de incertezas e um passado de idiotices;

Em nome do meu ódio ao PT, serei capataz e, portanto, capacho;

Em nome do meu ódio ao PT, eu permanecerei inerte, mesmo que me tirem tudo;

Em nome do meu ódio ao PT, porque será a única coisa que me restará.

Amém.

Quá Quá!

Autor desconhecido