Obrigado, Lula e Dilma!

Os Jogos Olímpicos foram um sucesso e orgulharam o povo brasileiro. Conquistamos mais medalhas de ouro, subimos da 22ª posição, em Londres, para a 13ª, e mostramos ao mundo a nossa capacidade de organização. Mas, nada veio por acaso. Se hoje podemos comemorar a realização dos Jogos Rio 2016  foi porque, primeiro, o presidente Lula acreditou que era possível e, segundo, porque a Dilma pessoalmente acompanhou a realização com dedicação e preciosismo.  Aliás, empenho que a presidenta também mostrou em relação a outros eventos internacionais como a Rio+20, a visita do Papa Francisco e a Copa do Mundo.

O bom desempenho dos nossos atletas também se deve ao esforço das gestões de Lula e Dilma. Nossos heróis da canoagem, Isaías e Erlon, iniciaram o treinamento através do programa  Segundo Tempo, lançado pelo governo Lula em abril de 2003, quando ele tinha apenas quatro meses de mandato, como um instrumento de inclusão social. Além de incentivar o esporte, o programa garante reforço alimentar e mantém crianças ocupadas durante o período em que estão fora da escola.

Em 2008, o governo federal criou o Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR), que  conta atualmente com 670 militares, sendo que 76 são militares de carreira, e outros 594, temporários. Em 2012, veio o Plano Brasil Medalhas, lançado pela  presidenta Dilma visando à preparação de nossos atletas olímpicos e paralímpicos.

Além desse apoio, há grandes investimentos que ficam para o País. As Olimpíadas, assim como a Copa do Mundo, trouxeram melhorias importantes aos nossos aeroportos, às nossas rodovias; investimentos que estão hoje à disposição do povo brasileiro. Enquanto ministra da Casa Civil, participei e ajudei a coordenar a concessão de três grandes aeroportos: Brasília, Campinas e o de São Paulo. Todo esse legado ecoará na história com os nomes daqueles que realmente os fizeram e que têm responsabilidade por eles: o presidente Lula e a presidenta Dilma.

Eu só lamento que essas Olimpíadas tenham ocorrido quando está em curso um golpe contra a democracia e que ofusca esse trabalho tão grandioso que o Governo da presidenta Dilma fez na organização desse evento. Pior ainda é que tentaram utilizar os jogos para abafar o golpe, mas os brasileiros não se calaram e se manifestaram intensamente a favor da democracia.

É muito sério o que nós estamos vivendo no País hoje porque estão querendo tirar uma presidenta por crimes que ela não cometeu e querem legitimar um presidente que não tem voto. Se for perpetuado esse impeachment, será um atentado contra a Constituição, contra a democracia e, principalmente, contra os direitos do povo brasileiro e todas as conquistas que tivemos nos últimos anos. Vamos continuar resistindo e denunciando esse golpe.


Leia mais