Início Destaques Servidores públicos se demitem após Doria liberar retirada de cobertores de moradores de rua

Servidores públicos se demitem após Doria liberar retirada de cobertores de moradores de rua

Três dos quatro servidores da Coordenação de Políticas para a População em Situação de Rua da Prefeitura de São Paulo entregaram o cargo nesta segunda-feira (23).

A atitude é uma reação ao decreto publicado pelo prefeito João Doria (PSDB) do último sábado (21), que permite a remoção de cobertores, colchonetes, mantas, travesseiros, lençóis e barracas desmontáveis de moradores de rua.

A informação é da colunista Mônica Bérgamo e está publicada da Folha de S.Paulo desta terça-feira (24). A área a que pertenciam os servidores está sob o guarda-chuvas da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.



Todos os funcionários públicos estavam na coordenação desde a gestão do prefeito Fernando Haddad (PT).

O motivo para a demissão em massa foi a publicação do decreto sem a consulta à coordenação. A secretária de Direitos Humanos, Patrícia Bezerra, também foi surpreendida pelo decreto.

Os servidores que se demitiram entenderam que o decreto vai contra o planejamento instituído em 2016 para o tema. O documento prevê “respeito à dignidade” e “proteção de direitos e bens” dos moradores.

Via R7


Leia também

MP-SP abre inquérito contra Alckmin por improbidade administrativa

Ministério Público de São Paulo abriu nesta sexta-feira (20) um inquérito civil para inves…