Nova pesquisa indica que Temer é o presidente (sic) mais rejeitado da História; aprovação de 8%

A aprovação dos brasileiros a Michel Temer caiu a míseros 8%, colocando-o na posição de pior presidente da história do País. É o que revela pesquisa CUT/Vox Populi, realizada entre os dias 10 e 14 de dezembro.

De acordo com o levantamento, a avaliação negativa de Temer subiu de 34% para 55% entre outubro e dezembro. No Nordeste, 67% rejeitam Temer, enquanto a aprovação ao peemedebista atingiu míseros 4%.

Além disso, mais de 80% dos brasileiros rejeitam as medidas econômicas apresentadas pelo atual governo, como a reforma da Previdência (rejeitada por 87% da população) e a PEC 55, que congela os gastos públicos por 20 anos (78%).

Para 70%, com Temer o desemprego vai aumentar. Para 49%, o combate à corrupção vai piorar com o atual governo. O Brasil em geral vai piorar para 55% dos brasileiros – no Nordeste, o índice dos que não têm esperança de melhora de vida pula para 71%.




Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, a agenda de Temer está destruindo o Brasil. “É pior do que o confisco da poupança feito por Collor”, define. “Não é com arrocho, desemprego e o fim das aposentadorias que o Brasil vai sair da crise. Isso só contribui para aumentar a pobreza, a violência e fazer o país andar para trás”, critica.

Para ele, “a pesquisa mostra que a classe trabalhadora vai aos poucos se conscientizando dos prejuízos causados por esse governo e, com certeza, se organizar e mobilizar cada vez mais para reverter essa situação”.

A Pesquisa CUT/Vox Populi ouviu 2.500 pessoas com mais de 16 anos, em 168 municípios brasileiros. A margem de erro é de 2%, estimada em um intervalo de confiança de 95%. Confira aqui os números da pesquisa.

Via Brasil 247


Leia mais