Mulher agradece PM por deixar manifestante pró-democracia cega

Tatiana Pignatari utilizou uma rede social para agradecer à Polícia Militar por cegar a jovem Deborah Fabri, que se manifestava em São Paulo contra o Golpe de 2016. Na publicação, ela também brinca com o fato afirmando que a vítima da PM foi “curada” do comunismo por ter perdido a visão esquerda. Ao recebermos a denúncia, visitamos o perfil da fascista e confirmamos a autenticidade da publicação. 

Momentos depois, Tatiana excluiu a publicação devido às diversas manifestações contrárias à sua atitude.

A agressora é paulistana e reside na cidade de Osasco-SP. 

Desde a chegada do Partido dos Trabalhadores à presidência, as manifestações de ódio na internet se tornaram cada vez mais frequentes. As principais vítimas são as pessoas que foram protegidas e beneficiadas nos últimos 13 anos, dentre eles, negros, LGBTs e os residentes das regiões norte e nordeste.

Percebe-se que a ascensão de terceiros incomoda.

c0b0f902-7a2e-4fd3-8cac-8a2e839b3e0f