MP entra com representação contra João Doria (PSDB)

O Ministério Público Eleitoral entrou, nesta quinta-feira (25), com uma representação contra o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, João Doria, por propaganda irregular durante as prévias tucanas.

A peça, assinada pelo promotor eleitoral José Carlos Bonilha, afirma que o empresário “espalhou”, em fevereiro, durante o primeiro turno da disputa interna, por várias calçadas da cidade “inúmeros cavaletes contendo propaganda eleitoral”, o que a nova legislação proíbe.




“Uma propaganda irregular veiculada no período permitido pela legislação eleitoral não pode ser considerada como lícita simplesmente porque foi veiculada antes de tal período”, diz o texto da representação.

O promotor pede que a Justiça Eleitoral aplique a pena máxima a Doria, que é a multa de R$ 8 mil.

Leia mais na Folha de São Paulo.


Leia mais