Movimentos e grupos de esquerda se organizam ao redor do país para terceira edição da marcha antifascista

Este ano, a Marcha Antifascista caminhará para sua terceira edição, com mais de 20 cidades em 15 estados em 2016, este ano a marcha promete ocupar o país todo contra o avanço conservador e da extrema-direita além de alertar a população contra os perigos deste tipo de mentalidade.f5acc1fb-d5a7-45eb-b3fa-bc0c82641301

Neste ano, a marcha também defenderá os direitos dos trabalhadores e alertará a população contra os retrocessos causados pela Câmara dos Deputados e o Palácio do Planalto.

A iniciativa anual que surgiu em 2014 para combater a reedição da marcha da família em todo o país e já contou com a presença do vereador Eduardo Suplicy em São Paulo é uma iniciativa horizontal e sem lideranças, promovida atualmente em todo o Brasil pelo movimento antifascista Ação Popular.




A única exigência feita é de que se evitem bandeiras partidárias ou palanques eleitorais já que o objetivo da marcha é a unificação da esquerda e com esta medida espera-se evitar a divisão da marcha em blocos partidários, no lugar das bandeiras eles sugerem que levem os símbolos das ideologias que guiam estes partidos, como por exemplo, a foice e o martelo comunistas.

Este ano a marcha ocorrerá no dia 13 de maio, novamente em diversas cidades do Brasil como São Paulo, Curitiba e Salvador.

Para verificar se sua cidade terá alguma mobilização, clique aqui.