Ministro da Defesa foi exonerado para não perder a vaga de suplente na Câmara; ele retornará ao cargo amanhã

Via Agência Estado:


O ministro da Defesa, Raul Jungmann, foi exonerado do cargo em edição extra do Diário Oficial, mas retornará ao posto amanhã. O ato foi assinado pelo presidente em exercício Rodrigo Maia. De acordo com o ministério, a exoneração acontece para que Jungmann reassuma o posto de deputado federal, de acordo com o artigo 56 da Constituição Federal e artigo 241 do Regimento Interno da Câmara.




“Isso ocorre porque, caso contrário, o ministro Raul Jungmann perderia a vaga de suplente do deputado federal Mendonça Filho, hoje ministro de Estado da Educação. Amanhã (19), Raul Jungmann retorna oficialmente ao posto de Ministro de Estado da Defesa do presidente Michel Temer, em ato de nomeação a ser publicado no Diário Oficial da União”, explica o ministério da Defesa, em nota.


Leia mais