Início Destaques Mãe de jovem que teve a testa atuada espera que os bárbaros reflitam sobre a agressão

Mãe de jovem que teve a testa atuada espera que os bárbaros reflitam sobre a agressão

A mãe do jovem de 18 anos que teve a testa tatuada à força em junho do ano passado quer que os agressores reflitam sobre o que fizeram com o filho dela enquanto estiverem na prisão. O tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 28 anos, e Ronildo Moreira de Araújo, de 30, foram condenados pelo crime.




Os dois estão presos desde 9 de junho de 2017 e são responsáveis pela tatuagem da frase “Eu sou ladrão e vacilão” na testa do jovem. Eles foram condenados pelos crimes de lesão corporal gravíssima e constrangimento ilegal. A decisão foi proferida pelo juiz da 5ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo na sexta-feira (16), segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo.

A tatuagem foi filmada com o celular de Maycon, compartilhada no WhatsApp e o vídeo viralizou rapidamente (assista abaixo). Nas imagens é possível perceber que o adolescente não reage às provocações do tatuador e do colega. Em certo momento, um deles diz: “Vai doer, vai doer”. Em outro momento eles perguntam ao menino o que ele quer tatuar e forçam a resposta: “Ladrão”.

Ao serem presos, os agressores disseram na delegacia que o adolescente teria tentado furtar uma bicicleta na região e ficaram revoltados com isso. O jovem sempre negou o crime.

Leia mais no G1.


Leia também

MP-SP abre inquérito contra Alckmin por improbidade administrativa

Ministério Público de São Paulo abriu nesta sexta-feira (20) um inquérito civil para inves…