Macri se reúne com FHC para saber como se faz para afundar ainda mais a Argentina; PIB encolheu 2,1%

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, se encontrou com o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso em sua residência, em Buenos Aires, nesta sexta-feira 23, informou a Agência EFE, que cita fontes oficiais argentinas.

O objetivo do encontro foi discutir o desenvolvimento econômico da América Latina e as relações bilaterais entre os dois países. Também participaram da conversa o chefe de gabinete do governo argentino, Marcos Peña, e o secretário de Assuntos Estratégicos, Fulvio Pompeo.




Desde que assumiu o governo, em dezembro do ano passado, época em que prometia reduzir a inflação, a pobreza e o desemprego, a política neoliberal do governo argentino só aprofundou a recessão e a crise econômica no país.

Em julho, o desemprego alcançou 9,3% da população economicamente ativa e a produção industrial teve queda de 7,9%. Em sua gestão, Macri tem promovido uma série de ajustes que resultaram em 1,4 milhão de novos pobres – que agora chegam a 34,5% da população.

Os jornalistas Cauê Ameni e Hugo Albuquerque questionam, em reportagem no site da revista Carta Capital, se o desastre do governo Macri será o Brasil de amanhã, com Michel Temer na presidência

Leia mais no Brasil 247.