Início Destaques Lula assina Ação Popular pela anulação do impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff, em BH

Lula assina Ação Popular pela anulação do impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff, em BH

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve em Belo Horizonte, na noite de segunda (10), para participar do lançamento da 2ª fase do Memorial da Democracia. O evento ocorreu no Palácio das Artes, na área central da capital mineira. Lula também assinou uma Ação Popular pela anulação do impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff.





6102-medium

O Comitê pela Anulação do Impeachment – MG, um dos braços do Movimento Nacional pela Anulação do Impeachment (MNAI), esteve presente no local – representado por Vania Matos Moreira e Malu Aires – recolhendo assinaturas para a Ação Popular.

O evento contou com um numero grande de pessoas. As representantes disseram que tinha uma fila muito grande para entrar no Palácio das Artes.

“O ex-presidente Lula foi muito bem recebido, estava muito feliz. Não foi um ambiente político. Lula estava com cidadãos belo-horizontinos”, disse Malu Aires.

Malu Aires ainda relatou o momento em que o ex-presidente assinou o documento.

“Ao final do evento, Lula foi solicitado por dezenas de pessoas, que queriam uma foto, queriam abraçá-lo, cumprimentá-lo, e era praticamente impossível tomar dele um minuto de atenção. Com a ajuda do Paulo Okamoto, a Ação Popular chegou até ele, e em menos de um minuto voltou assinada pelo Lula”, disse.

Vania comentou sobre o tumulto em torno do ex-presidente.

“Lula é assim, aonde ele chega todo mundo quer um pouquinho, estava cercado de seguranças”, disse.

IMG-20170711-WA0002Vania Matos Moreira pertence ao Coletivo Linhas do Horizontes, grupo que faz bordados referentes à política, que começou com uma homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia. Inclusive, as faixas da foto acima foram produzidas pelo grupo.

A representante também contou como elas conseguiram entrar no evento.

“Estivemos no Instituto Lula, em São Paulo, na semana passada, para entregar as faixas do evento. Conseguimos contato com o fotógrafo do ex-presidente, Ricardo Stuckert, que permitiu que nós ocupássemos um espaço reservado no evento. Entregamos uma camisa do nosso Comitê feita pelo Coletivo Linhas do Horizontes e conseguimos a assinatura do ex-presidente”, disse.

As representantes do Comitê também colheram assinaturas de Juca Ferreira (secretário de Cultura do município de Belo Horizonte), Beatriz Cerqueira (presidenta da CUT-MG), deputados estaduais e vereadores do PT presentes no evento.

Malu e Vania também informaram que as coletas podem ser feitas por cidadãos de todo o país. O procedimento está descrito aqui.

O Memorial da Democracia é um projeto do Instituto Lula, que consiste num museu virtual onde a História referente aos períodos 1930-1945 (fim da República do Café-com-Leite) e 1945-1964 (construção da democracia de massas e início do desenvolvimento) é contada. Nele estão disponíveis filmes, fotos raras e exclusivas, além de textos de historiadores da época, onde o espectador poderá conhecer desde músicas até reproduções jornalísticas referentes ao período.

Fotos: Ricardo Stuckert


Leia também

MP-SP abre inquérito contra Alckmin por improbidade administrativa

Ministério Público de São Paulo abriu nesta sexta-feira (20) um inquérito civil para inves…