Lindbergh Farias processará Ronaldo Caiado

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse que vai processar o colega Ronaldo Caiado (DEM-GO), além de representar contra ele no Conselho de Ética do Senado por causa das ofensas na manhã desta quinta-feira, 25, durante as primeiras horas do julgamento do impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff.

“O senador Caiado não tem moral alguma para falar. Vou processar. Quem sabe da vida do Caiado é o senador Demóstenes Torres”, afirmou Lindbergh ao deixar o plenário para o intervalo de almoço.

“Tem que fazer antidoping. Fica aqui cheirando não”, disse Caiado a Lindbergh, mais cedo, durante bate-boca no plenário.




A confusão começou quando a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) questionou a moral dos colegas para julgar Dilma. “Eu não sou ladrão de aposentadoria”, disse Caiado, citando indiretamente as acusações que pesam contra o ex-ministro Paulo Bernardo, marido de Gleisi, sobre fraude em empréstimos consignados.

Leia mais no Estado de São Paulo.