Levy Fidelix é multado por preconceito a homossexuais em debate da eleição de 2014

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de SP manteve a condenação aplicada a Levy Fidelix (PRTB) pela Comissão Especial de Discriminação Homofóbica. Ele terá que pagar multa de R$ 25.700, segundo a decisão assinada pelo titular da pasta, Márcio Elias Rosa. Em 2014, quando concorria à Presidência, o político disse na TV que “aparelho excretor não reproduz”.




Fidelix teve negado o recurso que apresentou à comissão. Após a notificação, começa a contar o prazo de 15 dias para o pagamento. O político também responde a processo judicial sobre o episódio. Neste mês, a Justiça paulista acatou argumentos da defesa dele e suspendeu a decisão que o obrigava a pagar R$ 1 milhão de indenização por danos morais pelas afirmações.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo