José Eduardo Cardozo será Procurador do município de São Paulo durante a administração de Doria

O ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, voltará ao cargo de Procurador do município de São Paulo. O advogado estava licenciado do cargo desde 1995 para exercer outro cargos públicos, como os de vereador, deputado e ministro.

Por ironia do destino, Cardozo estará com o prefeito eleito João Doria, a partir de janeiro, executando serviços de consultoria jurídica, defesa judicial e extrajudicial dos interesses e direitos da administração pública, além de coordenar e supervisionar tecnicamente os órgãos do sistema jurídico municipal.




Cardozo também será responsável pela defesa da ordem jurídica, do regime Democrático e dos interesses sociais. Sendo assim, o prefeito eleito deverá ter cautela devido aos escândalos que seus correligionários costumam causar quando compõe algum governo, pois sabe que o município de São Paulo contará com um profissional que já demonstrou sua capacidade na defesa da democracia e da Constituição durante o Golpe de 2016.

Como o ex-ministro é concursado, João Doria não poderá demiti-lo.

Cardozo poderá continuar atuando como advogado de defesa da presidenta eleita Dilma Rousseff nos processos que tramitam no STF, além de advogar em escritório particular.