Início Notícias Jornalista da CBN é agredido por militantes no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Jornalista da CBN é agredido por militantes no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Os jornalistas destacados para a cobertura no sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, continuam sendo alvos de ataques da militância que está no prédio da entidade. Na manhã deste sábado, o repórter Pedro Duran, da rádio CBN, foi expulso da área onde estava.




Os militantes chegaram a jogar uma parte da grade em direção ao jornalista. Uma garrafa com água também foi lançada em sua direção. Funcionários do sindicato tiveram que conter os manifestantes.

Duran, que usava um crachá de identificação, teve de ser retirado do saguão do sindicato e levado para um outro andar do prédio. Os jornalistas estão relatando uma série de ataques contra a imprensa, não só verbal.

Nesta sexta-feira, a imprensa também foi alvo de manifestantes em atos realizados pelo país contra a prisão do ex-presidente. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) informou que em frente à sede da Central Única dos Trabalhadores(CUT) em Brasília, pelo menos 30 manifestantes avançaram sobre um carro do ‘Correio Braziliense’ e quebraram um dos vidros do veículo. Ninguém foi ferido. A Polícia Civil do DF foi informada do ocorrido e a equipe registrou ocorrência na Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado.

Em São Bernardo, um jornalista da agência ‘Estadão Conteúdo’ foi atingido com ovos ao registrar manifestações em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. O agressor vestia uma camiseta da CUT. Um carro da Band News teve os vidros quebrados.

Via O Globo


Leia também

MP-SP abre inquérito contra Alckmin por improbidade administrativa

Ministério Público de São Paulo abriu nesta sexta-feira (20) um inquérito civil para inves…