Homem rouba caixão por engano em cemitério do interior de Minas Gerais

Um homem desenterrou um caixão – pensando ser do irmão – no cemitério municipal de Prata, no Triângulo Mineiro.

O homem, conhecido como “Passarinho”, foi surpreendido por policiais enquanto carregava um caixão numa bicicleta pelas ruas da cidade. Questionado, ele afirmou que havia um pacto entre os irmãos: o que morresse primeiro buscaria o outro pra passear. 




Porém o caixão não continha os restos mortais do irmão, mas, sim, de uma outra pessoa.

“Passarinho” foi indiciado por vilipêndio de cadáver, mas responderá em liberdade.

Segundo pessoas próximas, “Passarinho” dormia sobre o túmulo do irmão com frequência.

“Ele prometeu voltar ao cemitério para pegar o caixão do irmão e que não acha que fez algo errado, pois havia um pacto”, disse uma amiga.