Ex-PSDB, Henrique Meirelles surge como alternativa para 2018

Homem forte de Lula, Henrique Meirelles ficou à frente do Banco Central durante os oito anos do petista no poder. Ex-PSDB, hoje no PSD, o atual ministro da Fazenda de Michel Temer tem se movimentado para não escapar da vista de seu partido na corrida presidencial de 2018.




Abalado com o escândalo da JBS, de onde foi presidente do conselho por quatro anos, o ministro saiu dos holofotes com a tentativa de Temer salvar a pele, aponta a Folha de S. Paulo. A luta contra o desemprego e crescimento da economia deram lugar à blindagem da imagem do presidente, que colocou ainda na conta da pasta de Meirelles o aumento dos impostos, anunciado na última semana.

Mas o filiado do PSD não deixou por menos e começou novas aproximações, segundo a Folha, já pensando na corrida de 2018. Participou de eventos ligados à bancada evangélica, abriu uma conta no Twitter e tem articulado com Rodrigo Maia. 

No mesmo partido do ex-prefeito de São Paulo e ministro das comunicações, Gilberto Kassab, Meirelles deve enfrentar briga interna com o aliado/adversário, caso queira mesmo entrar no páreo para a cadeira que, até hoje, é de Temer.

Via Notícias ao Minuto