Alckmin e Temer fecham 9,5 mil vagas de emprego na indústria paulista

De acordo com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), a indústria paulista demitiu 9,5 mil trabalhadores no mês de junho, representando uma queda de 0,44% em relação ao mês imediatamente anterior. 




A Pesquisa Nível de Emprego também mostra que os números foram positivos no primeiro semestre de 2017, com 10 mil novas vagas, o melhor resultado desde 2013.  

Em junho, dos 22 setores analisados, somente o de couro e calçados teve resultado positivo, gerando 233 vagas. Em outros 17 setores o resultado foi negativo e outros quatro permaneceram estáveis. O pior resultado foi registrado no setor de produtos alimentícios, que fechou 2,3 mil vagas.  

Outras 1.322 mil vagas foram fechadas no setor de impressão e reprodução de gravações, 1.302 no setor de bebidas e 1.118 no setor de móveis. 

Foram pesquisadas 36 regiões paulistas, sendo que 17 tiveram alta, com destaque para Jaú, com aumento de 1,13%, resultado empurrado pelo crescimento no setor de produtos de metal (18,18%) e produtos alimentícios (1,74%).

Na ABC Paulista, São Caetano do Sul teve crescimento de 0,59%, influenciado pelos móveis (3,19%) e produtos alimentícios (1,74%). A alta em Limeira foi de 0,48%, devido ao setor de veículos automotores e autopeças (1,64%) e produtos alimentícios (2,34%). 

Os piores resultados foram registradas nas cidades de Botucatu (-4,34%), com artigos de vestuário (-32,53%) e produtos alimentícios (-0,42% ; Santos (-1,65%), influenciada por produtos de metal (-9,31%) e produtos minerais não metálicos (-1,90%) e Matão (-1,49%), com queda nas máquinas e equipamentos (-2,18%) e nos produtos alimentícios (-0,94%).

Via Jornal GGN


Leia mais