Fora da casinha: Marta pede apoio a vereadores do PT





Empatada em segundo lugar a 12 dias da eleição, Marta Suplicy (PMDB) lançou forte ataque especulativo sobre as campanhas do PT e do PSDB para tentar assegurar a vaga no segundo turno. Com Fernando Haddad estagnado, a ex-petista avança sobre as principais pontes do rival com os eleitores: disparou telefonemas a candidatos a vereador de seu antigo partido pedindo que preguem o voto útil em suas bases, evitando que João Doria e Celso Russomanno avancem juntos na disputa.

(Natuza Nery – Painel)