Folha de São Paulo é censurada por Temer; que tal aproveitar o ensejo e consertar o que ajudou a destruir?

Uma reportagem publicada pela Folha de São Paulo, que falava sobre a tentativa de extorsão sofrida por Marcela Temer no ano passado, foi censurada por Michel Temer. Trata-se de um episódio lamentável, porém, previsto.

É pública e notória a participação do jornal da família Frias no Golpe de 2016 – ajudando, assim, Temer a usurpar o poder. Todavia a Folha não contava que também seria golpeada por alguém que é profissional no assunto.




Esse triste episódio servirá como lição, já que com a democracia não se brinca – ainda mais que a brincadeira tenha sido feita para benefício próprio. Um dia a conta chega. E parte dela chegou à Folha de São Paulo.

A família Frias deveria aproveitar a “punhalada” recebida para ajudar a restaurar a democracia que ela própria ajudou a destruir. Poderia se retratar e agir com correção daqui pra frente. E por que não escrever editoriais pedindo a anulação de um impeachment fraudulento?

Ainda há tempo, e a Folha poderia dar o primeiro passo.